Armário é Peça-Chave no Banheiro Pequeno

Repostagem original:
http://www.reporterdiario.com.br/Noticia/308055/armario-e-preca-chave-no-banheiro-pequeno/

Gabinete abaixo da pia é utilizado para aproveitar espaço (Projeto Sumaya Bichir)

De simples peça para organizar utensílios pessoais e de higiene, o armário de banheiro se transformou em elemento que agrega estética diferenciada e praticidade ao ambiente. Na hora de escolher o armário, a ordem prestar atenção no tipo de material utilizado na fabricação, na cor para garantir boa composição e no tamanho da peça, para que o espaço seja aproveitado da melhor maneira possível.

Com os banheiros cada vez menores, o mercado apresenta diferentes soluções de utilização do espaço. De acordo com a arquiteta Roseli Ginart, de São Caetano, as opções mais procuradas, atualmente, são os armários situados entre o tampo sanitário e o box. “Observamos também a volta do armarinho de parede, alguns deles com a frente toda espelhada”, lembra.

Para Sumaya Bichir, também de São Caetano, o gabinete abaixo da pia ainda é uma solução muito usada. “Mas hoje em dia uma opção interessante são nichos na área do box, que servem para colocar shampoos e outros utensílios”, destaca. Entre os materiais utilizados se destacam a laca rugosa, a fórmica e o gofrato.

Projeto de Roseli Ginart usa pastilhas no tampo do armário

 

 Pastilhas coloridas
Roseli afirma que o material mais resistente à umidade é a fórmica. “Também é possível revestir estes itens com outros tipos de materiais, como pastilhas de vidro. Uma composição muito bonita é utilizar azulejos brancos e o armário revestido em detalhes coloridos de pastilhas”, conta Roseli.

Na opinião de Sumaya, a cor do armário deve ser a mais neutra possível. “Deste modo, os detalhes, como pastilhas ou cubas, se destacam e criam uma composição harmônica”, comenta a arquiteta.

Qualidade da madeira é importante

Outra matéria-prima bastante utilizada em armários de banheiro é o compensado naval, material com madeira mais resistente à umidade. O compensado utiliza cola imune à água na junção das lâminas de madeira que o compõe para não correr o risco de descolar.

“Revestido com fórmica, fica quase que indestrutível pela umidade. Mas não podemos nos esquecer que a cola resiste, mas a madeira natural, se molhada por longo período, acaba apodrecendo”, conta Sumaya.

Segundo Roseli, a madeira pode ser usada em ambientes úmidos desde que revestida. “O material aglomerado é de boa qualidade, mas não deve ser usado jamais em banheiros, pois não resiste à umidade”, afirma. A madeira MDP, que significa painel de partículas de média densidade, é um tipo de aglomerado melhorado, com três camadas, mas que, na visão da especialista, também não deve ser usado em áreas molhadas.

Um dos tipos de madeira mais populares é a MDF, cuja madeira é desfibrada e não serrada. “Esse tipo de material pode ser fornecido já com acabamento em BP (o mesmo do MDP) e fica parecido com a fórmica, mas deve ser usado em locais onde não têm previsão de molhar ou ter umidade”, conta Sumaya. (Colaborou Carolina Neves)

Contatos

Roseli Ginart
Telefone: 4229-3819
ginart@uol.com.br

Sumaya Bichir
Telefone: 9809-5074
sumaya.bichir@bol.com.br

 

Repostagem original:
http://www.reporterdiario.com.br/Noticia/308055/armario-e-preca-chave-no-banheiro-pequeno/